03 de março de 2020

MUNICÍPIOS + INTELIGENTES: SESSÃO EM VISEU

 

ANMP APRESENTA ESTUDO DE BOAS PRÁTICAS

AOS MUNICÍPIOS DE TODO O PAÍS

 

 

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) prosseguiu hoje o roadshow de apresentação de um “Estudo de boas práticas e condições de construção de plataformas de gestão de informação necessária à geração de inteligência na gestão do território nacional”, que se encontra a desenvolver com financiamento do programa Compete 2020.

Este estudo, que visa potenciar a implementação de estratégias urbanas inteligentes, teve a sua primeira apresentação pública em Alcácer do Sal e a segunda hoje em Viseu, seguindo para Guimarães (17 março), Portimão (25 março) e Almada (31 março), sempre com a mesma ambição: a identificação de formas de superar as limitações existentes atualmente para a obtenção de Plataformas de Gestão de Informação (PGI) totalmente integradas em todas as áreas de intervenção dos Municípios e que permitam a utilização do conceito de dados abertos.

Na sessão de abertura, o Presidente da ANMP e da Câmara Municipal de Coimbra Manuel Machado e o Vice-Presidente da ANMP e Presidente da Câmara Municipal de Viseu António Almeida Henriques, sublinharam que este estudo é um passo fundamental para definir as bases para a criação de Plataformas inovadoras e mais avançadas que as atualmente existentes e, por isso, deverá contribuir para incentivar a introdução de importantes mudanças tanto nos serviços prestados ao público como em novos produtos.

Por sua vez, ainda na abertura, a Secretária de Estado da Valorização do Interior Isabel Ferreira abordou as questões que devem ser trabalhadas em função da valorização das regiões do interior do país, bem como a importância que um estudo como este que a ANMP está a promover pode ter para as regiões de baixa densidade.

Para além do estudo, que nesta sessão em Viseu foi apresentado por Miguel Castro Neto, da Nova IMS, e por Carlos Lobo, da EY, também foi feita a apresentação de um protótipo demonstrativo de uma Plataforma de Gestão de Informação que foi desenvolvido a partir de testes realizados em três Municípios: Alcácer do Sal, Guimarães e Viseu.

Seguiu-se, ainda, uma mesa redonda sobre “Financiamento da Inteligência Urbana”, moderada por Miguel de Castro Neto e com a participação de Bernardo Campos (CCDR Centro), Paulo Vale (Agência para a Modernização Administrativa) e José Couto (Conselho Superior da Vissaium) que abriu algumas perspetivas de futuro para os Municípios.

  D4A2904

mmiVIS22

mmiVIS23

mmiVIS23

mmiVIS23

mmiVIS23

mmiVIS23

 

Voltar